Móveis e itens de decoração sustentáveis

Escrito por Alessandra Delgado

Conservação é a palavra-chave do nosso momento atual. No mundo, o ser humano produz anualmente 1,4 bilhão de toneladas de lixo por ano. Atualmente, alguns profissionais de diferentes áreas têm pensado em como diminuir este consumo. 

As ações sustentáveis são algumas tentativas para que os recursos naturais não se esgotem e, assim, podendo ser utilizados por gerações futuras preservando a vida e o planeta. Pensando nisso, aplicar essas ações na criação de novos produtos é fundamental na preservação do planeta e quando escolhemos itens como estes para nossa casa estamos colaborando para um futuro melhor.

Alguns arquitetos têm colocado a sustentabilidade como pauta em seus projetos, utilizando materiais que não prejudicam a natureza. A arquiteta Alessandra Delgado tem olhar atento a essa importante questão quando cria suas peças de design desde que iniciou sua carreira há mais de 20 anos.

A escolha de materiais ecologicamente corretos na criação de um produto é fundamental para a vida do planeta. Na construção dos móveis de madeira, Alessandra utiliza o mdf, que é feito a partir de madeira de reflorestamento triturada e também madeiras maciças certificadas por legalidade de corte e replantio.

Mantendo este pensamento, dos resíduos de madeira provenientes dos móveis são criadas pequenas peças como abajoures, bandejas, porta lápis, penduradores, mantendo assim o aproveitamento inteligente até do que poderia ser descartado.

A Coleção de Tapetes Minus desenvolvida em parceria com a Punto e Filo Tapetes foi lançada em 2020 e leva ao máximo o conceito de utilização de materiais descartados. Os tapetes são produzidos com Econyl, um material totalmente renovável gerado a partir da reciclagem de tapetes de nylon usados e também de redes de pesca retiradas do fundo do mar, um maravilhoso trabalho focado na conservação de recursos e despoluição do ambiente.

Todas as criações da marca são pensadas com muita leveza de desenho, utilizando o conceito do mestre da arquitetura moderna Mies Van Der Hoe, que lançou a máxima “Less is more” ou “menos é mais”.  Alessandra não acredita no supérfluo: “Crio peças para durarem, serem eternas, atemporais. O designer tem um papel muito importante em fomentar a cultura do consumo consciente através de seu trabalho.”

Você também pode gostar

Como escolher o sofá ideal

Como escolher o sofá ideal

Um dos mobiliários que não pode faltar na casa é de longe o sofá e, se caso fosse possível entrar em uma máquina do tempo, conseguiríamos ver a sua importância desde antigamente. O termo sofá nasceu originalmente na língua árabe como suffah e possuía a função de trono...